Feminicídios crescem em 150% na Bahia em maio

Feminicídios crescem em 150% na Bahia em maio

Os casos de feminicídio cresceram em 150% na Bahia em maio, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Dados da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) apontam que, entre os dias 1º e 31, foram registrados 15 feminicídios, contra seis em 2019.

A SSP detalhou que dos 15 casos, três foram em Salvador e os outros 12 em cidades do interior da Bahia. Nos três casos, a história de inúmeros outros feminicídios se repete: a mulher tenta terminar o relacionamento, o companheiro não aceita e tira a vida dela.

O feminicídio costuma ser o ponto final de um ciclo de violência que começa com abusos psicológico e físico. Com a pandemia do coronavírus, as recomendações para ficar em casa e órgãos funcionando em atendimento remoto, muitas mulheres estão convivendo com seus agressores continuamente, o que impossibilita que a vítima denuncie o caso à polícia para tentar romper com esse ciclo da violência.

As Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam) da Bahia tiveram quedas bruscas em todos os tipos de ocorrências registradas desde que as medidas de isolamento foram adotadas. 

VIA G1

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.