Hospital Regional de Irecê passa a realizar cirurgia por vídeo

Hospital Regional de Irecê passa a realizar cirurgia por vídeo

O Hospital Regional Dr. Mário Dourado Sobrinho, unidade administrada pelas Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), já começou a realizar cirurgia por vídeo, oferecendo o novo recurso diagnóstico e terapêutico aos pacientes que procuram o complexo hospitalar no município de Irecê. Mais vantajosa em relação à cirurgia convencional, a videolaparoscopia reduz o sangramento durante o procedimento e a dor no pós-operatório, além de exigir menor tempo de hospitalização e promover um retorno mais rápido do paciente às atividades do cotidiano. Até o momento já foram realizados 15 procedimentos.

A primeira videolaparoscopia do Hospital Regional de Irecê foi realizada em um paciente de 71 anos, no dia 18 de agosto, e teve duração de duas horas e meia. “Especificamente, realizamos uma colecistectomia (retirada de vesícula biliar) devido a uma colecistite aguda calculosa, ou seja, vesícula inflamada por conta da presença de cálculos”, explicou Durval Dias Lago, médico e coordenador da cirurgia geral da unidade hospitalar, comemorando o sucesso da operação. “Para mim, é uma honra e uma alegria imensa ter participado da primeira cirurgia por vídeo realizada no centro cirúrgico do hospital, mesmo após 10 anos de experiência operando por vídeo em outras unidades”, declarou o cirurgião. Fizeram parte de sua equipe, o médico cirurgião Claudivan Batista; os anestesistas Severino Abreu e Fernando Carvalho; os enfermeiros Leandro Lelce e Thais Andrade; e os técnicos em enfermagem Jonh Leno, Ruana Brito e Eliane Pereira.

“Estamos muito felizes com a agregação da videolaparoscopia como mais um recurso diagnóstico e terapêutico para os nossos pacientes. Gradativamente, com o retorno das cirurgias eletivas, os pacientes ambulatoriais também passarão a ser contemplados. Nesse primeiro momento, o foco da videocirurgia são os pacientes com patologias cirúrgicas que necessitaram de internamento”, pontua Lara Azevedo, líder clínica do Hospital Regional de Irecê.

Fonte: Ascom - HRI

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.