Prefeitura de Ibititá interrompe transporte escolar e alega perseguição política do Núcleo Territorial de Educação de Irecê

Prefeitura de Ibititá interrompe transporte escolar e alega perseguição política do Núcleo Territorial de Educação de Irecê

A Prefeitura de Ibititá, por meio de comunicado oficial à imprensa, informa que a partir desta quarta-feira (03) vai interromper o transporte de alunos da Rede Estadual, serviço custeado pelo município, em resposta ao que chamou de " perseguição sofrida por servidores públicos de Ibititá".

De acordo com a prefeita Nilvinha dos Santos, a medida se faz necessária porque “pais e mães de família da cidade estão sendo demitidos de forma arbitrária de cargos nas escolas do Estado pela gestora do Núcleo Territorial de Educação Irecê, Fabrízia Pires de Oliveira Queiroz. Ela faz questão de apregoar nos quatro cantos que não precisa de parceria da Prefeitura”.

“Num comportamento antidemocrático, fechada ao diálogo, ela promove uma verdadeira cruzada contra as pessoas que não fazem parte do grupo político da oposição, liderado pelo advogado Afonso Mendonça (coordenador da pré-candidatura de ACM Neto em Ibititá). Em pleno século XXI, não vamos permitir esse tipo de comportamento, nem tão pouco podemos fechar os olhos para a utilização da máquina pública em benefício pessoal”, afirmou Nilvinha.

O conflito de interesse mencionado tem como sustentação o fato de que a Sra. Fabrízia Pires, que perdeu as eleições 2020 em Ibititá como vice na chapa da oposição, tem usado o posto de gestora no Núcleo Territorial de Educação para beneficiar a empresa Humos Assessoria, da qual é sócia-proprietária, em contratos com Prefeituras da Região de Irecê. “Além de falta de ética, é grave ato de improbidade administrativa. Espero que sejam tomadas providências pelo bem do interesse público”, finalizou a prefeita.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.